ICEF vence segundo turno e Marrentos protestam

Com a vitória o ICEF evitou o que seria título antecipado do adversário

147-2
Postagem original em 22/01/2011 13:59 – por: Roberto Martins

Na noite desta sexta-feira, dia 21 de janeiro, aconteceu a final do segundo turno do Campeonato Iraraense de Futsal na AABB de Irará. Estavam em quadra pela disputa do título os times do ICEF e de Oz Marrentos.

O jogo foi nervoso e muito disputado. A equipe de Oz Marrentos abriu o placar. Depois o ICEF empatou e virou a partida para 2 x 1. Oz Marrentos não se abateram, foram à luta e conseguiram o empate. Logo depois, na saída de bola o ICEF voltou a ficar à frente (3 X2) e na sequência da partida fez mais dois, deixando o placar em 5 x 2. Oz Marrentos ainda tiveram tempo de marcar mais um e a partida foi encerrada com a vitória do ICEF por 5 x 3.

Com o resultado, a equipe do ICEF sagrou-se campeã do segundo turno da competição e jogará a grande final contra os OZ Marrentos que foram os campeões do primeiro turno.

O regulamento prevê que a final aconteça em dois jogos (quarta 26/01 e sexta 04/02), mas, de acordo informações de César Pinheiro, líder do ICEF e um dos organizadores do campeonato, está em discussão a possibilidade de a final acontecer em um único jogo (quarta 26/01).

Protestos

O time de Oz Marrentos protesta pelo resultado da partida. O jovem Rodrigo, mais conhecido como “Buchecha”, líder e atleta de Oz Marrentos, apesar de questionar a validade de dois gols do time adversário, diz que não há mais como falar da partida, porque “já passou”. No entanto, Rodrigo demonstra preocupação quanto ao confronto final.

O atleta faz críticas ao juiz Marcos Leão e diz acreditar que a organização do campeonato, a mesa dos jogos e a arbitragem, “todos”, são inclinados para favorecer o ICEF. Ele avalia que seria melhor se na final pudesse ser contratados juízes de fora de Irará.

Sobre os protestos do time Oz Marrentos, César Pinheiro diz que ele não é dono do campeonato. César afirma que a organização do campeonato é a da comissão, formada por todos os líderes dos times participantes, mas como ele se dispõe à ficar à frente de tudo, recebe “as glórias e as bombas”.

Árbitro de Fora

César disse ainda que não vê problemas em trazer árbitro de fora, desde quando se consigam as receitas para cobrir os custos. Ele informou que isto já aconteceu há sete anos, quando o time da Korea solicitou árbitro de fora para disputar a final em que foram derrotados pelo ICEF.

César também abordou sobre a sua condição de líder de clube e principal organizador do Campeonato. Ele lembra que, em nove edições da competição, o seu time foi campeão por duas oportunidades diante dessa “mesma ladainha” e faz um comparativo:
“Perdemos quatro campeonatos seguidos, um, sem ganhar nenhum jogo, e ninguém falou que a gente perdeu porque a arbitragem prejudicou, mas quando a gente ganha, dizem que a arbitragem ajudou a gente”.

Protestos e problemas de organização à parte, o que se viu na AABB, na noite desta sexta-feira, 21, foi um grande espetáculo esportivo. As torcidas demonstravam paixão e euforia, dividindo o mesmo espaço harmonicamente. E, diante do se viu neste campeonato e nas edições anteriores, têm-se a certeza de que a AABB já é pequena para este tipo de competição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s