Artigo de Emiliano José trata dos apartheids do carnaval soteropolitano

Postagem original em 04/03/2011 17:40 – por: Roberto Martins

Escritor, Jornalista e Deputado escreve sobre “Camarotes e Multidões”

O Escritor, Jornalista e Deputado Federal (PT – Ba), Emiliano José, postou o seu blog um artigo sobre o carnaval de Salvador. No texto, intitulado de “Camarotes e Multidões”,Emiliano fala dos apartheids existentes na folia da capital baiana.

Para o autor, “são vários os apartheids originados da organização do carnaval em Salvador nos últimos anos. Passa ano, vem ano e eles só se agravam”.

Entre os pontos destacados por Emiliano José estão os cordeiros. O escritor aborda que eles são “submetidos a um regime de trabalho semi-escravo, negros convertidos em guardiães dos brancos bem nascidos protegidos por cordas”.

Outro ponto criticado é a relação de turistas com a cidade nesta época do ano. “Há turistas que chegam aos hotéis, embarcam nos ônibus, descem protegidos por seguranças, entram nas cordas, e dali voltam para suas camas, sem sequer interagir com Salvador, com a complexidade da cidade”, diz.

E a existência dos camarotes, no texto apresentado como uma “praga”, também é citada. Para Emiliano, “há a clara, claríssima pretensão de distinguir-se da multidão, de não se misturar com o povo, de afastar-se dos odores, suores, transpirações, pega-pega das multidões”.

No final do artigo, o autor manifesta um desejo. “Torço para que um dia no carnaval da Bahia as cordas sejam abolidas, as praças e as ruas sejam do povo, não haja embaixo e em cima, e que as multidões sejam as donas da cidade nos dias da festa”.

Leia artigo na integra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s