Irará presente em livro sobre a produção e a história do artesanato baiano

Postagem original em 17/03/2011 22:07 – por: Roberto Martins
Publicação foi lançada pelo governador Jaques Wagner na sede do Instituto Mauá

A produção e a história do artesanato da Bahia são contadas em 240 páginas do livro “Artesanato Baiano – Saberes e Fazeres”, lançado na manhã desta quinta-feira (17), no Instituto de Artesanato Visconde de Mauá, na Barra, com a presença do governador da Bahia, Jaques Wagner, secretários de estado e de outras autoridades, além de representantes dos artesãos baianos.

Escrito em dois idiomas (Português e Inglês), a publicação só foi possível após 21 meses de pesquisa em 67 municípios baianos, dos 23 Territórios de Identidade do Estado, entre estes: Salvador, Camaçari, Irará, Maragojipinho e Cachoeira. Por meio das 250 fotos, o leitor pode visualizar as diversas artes desenvolvidas nestas cidades.

Durante o estudo, os pesquisadores conheceram as histórias dos artesãos, as raízes e as origens do saber artesanal, as técnicas, conceitos e modos de produção, a relação dos artesãos dentro das comunidades e com a natureza, na extração de matéria-prima. O livro detalha todos os tipos de técnicas artesanais: cerâmica, bordado, cestaria, couro, madeira, metal, renda, tecelagem, mineral e material reciclado.

De acordo com a diretora-geral do Instituto Mauá, Emília Almeida, o objetivo da publicação é divulgar os trabalhos de artesanato baiano, a fim de dar continuidade às ações de preservação e fomento. Ela afirma que os textos abordam as técnicas desenvolvidas e também fazem uma homenagem aos artistas. Foram impressos 500 exemplares do “Artesanato Baiano – Saberes e Fazeres”, que serão distribuídos gratuitamente em instituições voltadas para o artesanato, ensino, governos e para bibliotecas públicas.

“O livro é mais uma etapa, no sentido de valorizar o ofício dos artesãos baianos. Estamos também agregando valor a esta produção, por meio de cursos de qualificação, para deixar ainda melhor o que os mestres do artesanato aprenderam com seus pais e avós”, disse o governador Jaques Wagner.

Noticia da Agecom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s