Histórica cajazeira apodrece e é arrancada da Praça

Postagem original em 12/08/2011 19:05 – por: Roberto Martins

230-2

Antônio Conselheiro teria repousado na árvore quando de passagem por Irará

Desde o início da semana, quem passa pela Praça Amando Magalhães, também conhecida como Praça da Cruz, tem notado uma diferença na paisagem. Lá já não mais se encontra a grande Cajazeira que antes fazia parte daquele ambiente.

Segundo informou João Ferreira Neto, Secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, a árvore apodreceu e já estava causando riscos aos passantes do local, daí a decisão pela sua retirada.

João Neto disse que há cerca de um ano e meio o governo municipal, junto com a EBDA, buscava recuperar a Cajazeira. “Agente fez várias tentativas com adubações e pulverizações. Ela ainda chegou a re-brotar, mas depois morreu de vez”, afirmou o Secretário.

Para João Neto, as possíveis causas para o apodrecimento da árvore estariam na reforma da Praça Amando Magalhães. Ele disse que na sua “visão de leigo” a parede construída em torno do caule e o aterramento, causaram o “amolamento” da árvore e “ela parou de se alimentar”.

A reforma referida pelo Secretário foi feita no segundo mandato do ex-prefeito Amaro Bispo (2001-2004).

Ainda de acordo João Neto, o governo municipal pretende colocar outra cajazeira no mesmo lugar. O Secretário disse que o Prefeito, Derivaldo Pinto, já autorizou o transporte com guincho de uma árvore grande para o local. A idéia é que assim que a nova cajazeira comece a brotar já se tenha sombra.

Movimento e História

Em setembro de 2010 foi feito um movimento em prol da Cajazeira. A iniciativa foi liderada pelo corretor de imóveis e Presidente do PRB (Partido da República do Brasil), José Américo Morais Santos; pela Professora, Miriam Benevides; e pela Professora, Dilma Leão.

Zé Américo lembra que na tentativa de evitar a morte já anunciada da árvore eles fizerem requerimentos à Câmara de Vereadores e ao Prefeito Municipal, fazendo o alerta e pedindo providências.

“Escrevemos sobre a história da Cajazeira, coloquei numa plaqueta e pendurei com uma corrente lá na árvore”, lembrou Zé Américo.

Na referida plaqueta estavam três textos: “Queremos verde… Queremos Vida”, de autoria da Professora Miriam; “A Sétima Cajazeira” de José Américo; e “Quem foi Antônio Conselheiro”, compilação feita pelo Professor Plácido Suarez, de trechos do livro “Cenário da Guerra de Canudos”, cedido por Dilma Leão.

A leitura dos textos, além de chamar atenção para a preservação da biodiversidade e apresentar a figura de Antônio Conselheiro, ainda trás informações históricas, como algumas relatadas nos trechos a seguir:

“Você leitor, sabia que os seis Tamarindeiros que ornamentavam a Praça da Bandeira foram arrancados porque sujavam a rua? A Palmeira Imperial que adornava a Praça da Purificação dos Campos foi envenenada porque caia palha sobre o telhado do vizinho? Das sete cajazeiras da Barra* só resta aquela da Praça Amando Valverde?” (Prof. Miriam Benevides – set/2010).

* Barra – Antigo nome da área onde hoje estão as Praças Pedro Nogueira e Amando Magalhães

“Mais cuidado com aquela árvore. É a última da história dos primórdios de Irará. Ali sob sua sombra, por volta de 1877, quando uma grande seca assolava o nordeste do Brasil, Antônio Mendes Maciel, Antônio dos Mares, “O Conselheiro”, “O Santo do Bom Jesus” em peregrinação pelo interior da Bahia, passando por esta cidade rumo a Ouriçangas, ai descansou. Jantou farinha com rapadura, bebeu água de poço da Barra movido a catavento e dormiu no seu tronco”(Prof. Miriam Benevides – set/2010).

Leia os três textos na integra abaixo ou  clique aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s