Emerson Nogueira chama atenção para problemas ambientais do município

Postagem original em 13/03/2012 12:25 – por: Roberto Martins

346-2

Texto revela inquietação de autor após presenciar, de longe, uma grande queimada

Emerson Nogueira Pinho, Mercinho, acaba de nos brindar com mais uma de suas grandes contribuições. Desta vez, não se trata de uma memória iraraense, mas de uma personagem que existe através dos tempos ou, ao menos, deveria existir e persistir. A natureza.

Com o título de “A chama da atenção”, Emerson narra como a fumaça de uma grande queimada, avistada por ele a quilômetros de distância, aponta para problemas ambientas do município de Irará.

Diante da narrativa de alguns episódios, por menores que possam parecer, o autor confessa: “Não sou ativista, mais se tem uma coisa que me deixa chateado é agressão a natureza”.

Emerson escreve com a consciência de que este tem sido um problema nacional, do qual “Irará não foge a realidade”. Entretanto, deixa transparecer que atitudes simples e a sabedoria popular podem contribuir para a preservação local. O texto trás até um conselho de seu avô Jilú para a preservação das nascentes.

Diante dos fatos e da cena visualizada por Emerson, o seu escrito também poderia ser confortavelmente intitulado de “A chama da tensão”. Afinal o avanço da degradação ambiental em Irará é “tenso”, para usar um termo muito utilizado nas redes sociais.

“A chama da atenção” – Clique aqui e acesse

# No final do texto há uma galeria de fotos com a beleza da fauna de flora de Irará através de imagens captadas por Emerson Nogueira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s