Prefeitura re-abre acesso da Rua Pedro de Lima e Praça do Pedrão em dias de Feira Livre

Postagem original em 19-05-2013 13h18m

 

643-2

Veículos agora podem transitar nas vias

Medida pode diminuir transtornos no trânsito e evidencia transformações socioeconômicas do município

A Prefeitura Municipal de Irará voltou a liberar o trânsito de veículos automotores na Praça do Pedrão e na Rua Pedro de Lima, trecho do Prédio dos Correios até o antigo Cinema, em dias de Feira Livre. A medida já foi adota na Feira deste sábado, 18.

10 anos

Durante o governo de Antônio Campos (1997-2000) a Rua Pedro de Lima chegou a ser fechada para a instalação de barracas por algumas feiras, mas a medida não seguiu adiante.

No segundo governo de Amaro Bispo (2001 – 2004), a Rua foi interditada e as barracas postas no local em dias de Feira Livre. Assim prosseguindo por mais de 10 anos.

O problema é que, como o acesso pela Pedro de Lima é o único com uma via mais larga e direta para atravessar a cidade de um lado a outro, a interdição provocava alguns transtornos, principalmente quando grandes veículos de cargas precisavam passar por Irará.

Abertura

De acordo com o Secretário de Infra-Estrutura, Agnaldo Francelino (Guido) houve comerciantes, da Rua Pedro de Lima, muito satisfeitos com a medida e alguns contrários. Ele disse que as barracas da referida Rua foram remanejadas para a Praça da Purificação.

Já as barracas de vendas de CD e DVD que ocupavam o centro da Praça do Pedrão, agora ficam armadas, durante a Feira, na rua de acesso à Rodoviária, ocupando o passeio lateral.

Transformações

A medida também chama atenção para observações acerca da Feira Livre e das transformações socioeconômicas do município nestes últimos anos.

É nítido que na Feira livre atual, a quantidade de vendedores de panelas de barro, em frente ao Mercado de Carne, na Praça do Pedrão, é menor do que a existente na década de 1990, por exemplo.

Não temos números comparativos sobre a quantidade de feirantes em décadas anteriores e agora. Entretanto, o fato de que a Praça da Purificação pôde agora abrigar as barracas que estavam na Pedro Lima, nos levam a considerar duas hipóteses, entre outras:

Ou o número de barracas na Feira Livre diminuiu ou, antes, a disposição das barracas na Praça da Purificação estava de maneira tal que permitia lacunas, enquanto barracas migravam para outras ruas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s