Anexo da Saúde tem sucata de cadeiras de rodas expostas ao tempo

Postagem original em 03-08-2013 11h15m |Atualizado em 04/08/2013 às 12:43

712-2

Cadeira sucatedas seguem expostas ao tempo

Após Técnica de Enfermagem divulgar fato no Facebook, Secretária de Saúde disse que equipamento aguarda reforma

Quem visita o anexo da Secretaria de Saúde do município de Irará, no prédio ao lado da Igreja Católica, onde antes funcionava a Creche Elysio Santana, se depara com uma triste cena.

Na área em volta do prédio, encostado ao muro do lado esquerdo, está um amontoado de cadeiras de rodas e cabeceiras de camas hospitalares, com aspecto de peças sucateadas, expostas ao tempo, sob chuva e sol.

Denúncia

A situação foi divulgada no Facebook por Ana Maria Mendonça, popularmente conhecida como “Aninha de Dona Tereza Cruz”.

Aninha, técnica de enfermagem, após já ter servido por cerca de 30 anos na área da saúde em Irará, atualmente trabalha em Feira de Santana. Ela disse que vai sempre ao prédio e sente-se incomodada com a situação.

“É mais de 15 cadeiras de roda ou mais jogadas no tempo”, informou Aninha, questionando se as cadeiras não poderiam ser reformadas. Ela ainda disse esperar que sua mensagem chegasse ao “devido lugar”. Como não postou imagens, Aninha convocou as pessoas a irem até o local para ver a situação de perto.

Resposta

A mensagem de Aninha foi publicada no Grupo Irará Eleições 2012, por volta de 9:30, do dia 23 de julho. No íncio da tarde, às 13:30, do mesmo dia, Ana Maria Pinto, Secretária Municipal de Saúde e irmã do Prefeito Derivaldo Pinto, utilizou o seu perfil pessoal no Facebook para explicar o acontecido, com a justificativa abaixo transcrita:

“as referidas cadeiras foram resgatadas da sucata da OSAF Itabaina SE por um cidadão comum que nos entregou. Porém como foi em grande quantidade e não temos disponibilidade de reformar todas por questão de orçamento, estamos reformando aos poucos e doando para aquelas pessoas que estão cadastradas”.

Como uma espécie de tréplica, em um debate, Aninha Mendonça agradeceu a resposta da Secretária e disse que ao menos agora se sabe a origem das cadeiras de roda, mas que nenhuma delas havia sido retirada do local para reforma.

Aninha ainda afirmou que Ana Maria Pinto estava respondendo com “não verdades”. Depois concluiu pedindo à secretária para fazer “o que tem de ser feito” e dizendo que “seria mais bonito assumir o erro e corrigi-lo”.

Na mesma

Respondendo com “não verdades” ou não, a Secretária não disse o porquê de as cadeiras de rodas estarem ali expostas ao tempo, ao invés de estarem em um local mais adequado como um galpão ou alguma espécie de oficina, até que o conserto fosse providenciado.

Nem tão pouco há sinal de providências tomadas. Na manhã desta sábado, 03, onze dias após a divulgação do fato no Facebook, o cenário no Anexo da Saúde permanece inalterado. A um transeunte mais curioso basta olhar através do portão de entrada do prédio, para verificar que as cadeiras de roda ainda estão lá.

557-3

Imagens: Enviada por e-mail não identificado ao Iraraense

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s