Protestos no Brasil motivam manifestação e organização em Irará

Postagem original em 28-06-2013 18h34m

687-2

Jovens foram às ruas em Irará também

Foi criado um coletivo em rede social e um grupo saiu em caminhada pelas ruas da cidade

A onda de protestos que cobrem o país chegou a Irará. Com inspiração nas manifestações nacionais, foi criado um grupo no Facebook, o qual representa o surgimento do Coletivo #VempraruaIrará.

O grupo lançou um manifesto com treze pontos de pauta, todos com reivindicações referentes ao município. Entre os pedidos estão a criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigação das obras na Lagoa da Madalena, funcionamento do SAMU e regularização da ASKOVI.

Logo em seguida foi marcado como primeiro ato do grupo uma manifestação pública pelas ruas de Irará. O evento foi programado para a tarde de sábado, 22, às 16h, mesmo horário do jogo Brasil X Itália, pela Copa das Confederações.

Clique aqui e veja álbum de fotos

504-3

Na Rua

Um total de 195 pessoas confirmou presença no evento, através do Facebook. A caminhada aconteceu, entretanto, desde o início, durante e até o final da mesma, o número máximo de manifestantes não chegou a 20 pessoas.

Embora demonstrasse pequenez em volume, os manifestantes se mostraram gigantes em vontade e atitude. Eles saíram da Praça do Pedrão, passaram pela rodoviária, seguiram pela rua Pedro Lima e Calçadão.

Na Praça da Purificação cantaram o Hino Nacional e rumaram através da Elpidio Nogueira e Theodorio Pinheiro até a sede da Prefeitura Municipal. A caminhada era motivada por palavras de ordem. “Vem; vem; vem pra rua que a luta cresce!”, era o grito mais entoado, como quem demonstrasse a vontade de ver engrossar o manifesto.

Por dois momentos, na esquina da Pedro de Lima com o Calçadão e em um dos quebra-molas da Theodoro Pinheiro, eles fecharam o trânsito por alguns minutos. Não demorou muito e o tráfego foi liberado, quando alguns motoristas já demonstravam insatisfações e motociclistas já tinha passado entre os manifestantes.

Em frente ao Paço Municipal, os manifestantes dispuseram alguns cartazes e colocaram outros para dentro, por baixo da porta. Eles disseram que encaminhariam os 13 pontos de pauta, apresentados no Facebook, para o prefeito e a para a câmara de vereadores.

547-3

Repercussões

Enquanto os manifestantes passavam havia quem aplaudia, quem ria e quem fazia comentários. “Se vocês tivessem com uma garrafa de licor eu acompanhava vocês”, disse um transeunte quando o grupo estava na Praça da Purificação. “É um pinguinho de gente”, comentou uma mulher no mesmo local.

Na Praça Tancredo Neves, em frente ao Big Lanches, havia uma turma bebendo. Quando o grupo encostou foi recepcionado por “Gigibi” que tentou interação com os manifestantes, com uma zabumba.

Na quarta-feira, em entrevista para Rádio Irará FM, dento do programa “Irará Jornal”, o cordelista e funcionário público Kitute Coelho, um dos participantes da manifestação, falou do protesto de sábado, 22, e do grupo no Facebook, entre outro assuntos.

Kitute também disse na entrevista que há a intenção de organizar outro ato público, mas que ainda não existe uma data definida para o acontecimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s