Olívia da Cor do Ébano é mulher da Pá Virada

Capoeirista e agente cultural de Irará, Olivia é personagem de documentário

csm_Capoeira_1_159e4558a2
Olívia da Cor do Ébano, primeira da esq para a dir, será uma das entrevistadas  –                Imagem: Julian Kan/Divulgação

As histórias de 12 mulheres baianas com grandes contribuições para a capoeira serão contadas em filme. Os relatos serão feitos pelas próprias mulheres no documentário “Mulheres da Pá Virada”, idealizado e produzido pelo Grupo de Estudos e Intervenção Maria Felipas.

Dentre as mulheres destacadas pelo documentário está a iraraense Olívia da Cor do Ébano. Agente cultural em Irará, com trabalhos voltados para o samba-de-roda e a cultura popular do município, Olívia é capoeirista e esteve à frente de diversos projetos realizados na cidade, a exemplo do Encontro Feminino de Capoeira.

Veja fotos do II Encontro Feminino de Capoeira – realizado em Irará

Contemplado no Prêmio Capoeira Viva ano II, da Fundação Gregório de Mattos, da Prefeitura Municipal de Salvador, o projeto tinha a pretensão inicial de usar os R$ 20 mil do prêmio para fazer o documentário com 20 minutos, entrevistando seis mulheres.

No processo de produção, o coletivo percebeu a necessidade de dar visibilidade a mais mulheres e aumentar o tempo do documentário, além de remunerar melhor a equipe responsável e as mulheres participantes.

Com o aumento da dimensão do projeto e dos custos, surgiu a necessidade de captar mais recursos. Para cobrir o orçamento o coletivo abriu uma vaquinha no Cartase, ativa até o final deste mês de março, onde quem deseja apoiar o documentário pode contribuir com qualquer valor acima de R$ 10,00.

Contribua aqui!

De acordo a pesquisadora e contramestra Lilu, em depoimento ao Correio 24 Horas, “este documentário é estratégico para o empoderamento da mulher na capoeira de agora”.

Lilu avalia que documentários sobre este tema ainda não é uma realidade, lembra a existência de pré-conceitos em relação à presença de mulheres na roda e o número inferior de mestras em relação aos mestres de capoeira.

Com informações do Correio 24 Horas.

Imagem: Julian Kan/Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s