Moraes Moreira pensava em “Woodstock do Amor” pra depois da pandemia

moraes---Eloi-CorreaGOVBA
Moraes Moreira na Concha Acústica do TCA – 2016 | Foto Elói Corrêa -GovBa.

Morto aos 72 anos, na madrugada dessa segunda,13, Moraes Moreira estava em plena atividade artística. O cantor e compositor escrevia poemas diariamente, se preocupava com os efeitos da pandemia do novo coronavírus e tinha planos para o futuro.

São informações ditas por Valdir Andrade, produtor musical, nessa tarde, em entrevista ao programa Roda Baiana, da Metrópole FM, 101.3 (Salvador).

Produtor de apresentações de Moraes e também dos shows da recente volta dos Novos Baianos, Valdir disse que falava ao telefone com o artista quase todos os dias. A última conversa foi no sábado, 11.

Pandemia

Segundo Valdir, apesar da atual situação de isolamento social, Moraes estava otimista e parecia muito bem. “Ele estava escrevendo um poema por dia”, revelou o produtor, enfatizando a vontade do artista em levar esse trabalho adiante.

“Eu vou recitando [os poemas] aqui pra vocês, aí a gente vai pedir a Davi [filho de Moraes] pra fazer uma trilha. Vamos fazer uma animação, vamos gerar um conteúdo”, planejava Moraes Moreira.

Ainda segundo Valdir, a chegada do novo coronavírus nas favelas era uma grande preocupação do cantor neste momento. “Ele fez um poema sobre isso e recitou pra mim, por telefone”, revelou.

Moraes também falava que “a gente vai vencer o coronavírus” e já se preocupava com a fase pós pandemia, informou Valdir.

“As pessoas vão precisar de música, de poesia e de arte”, dizia Moraes e pensava na possibilidade de fazer um “Woodstock do Amor”.

E também falava, “eu quero fazer um show na praça de novo, ir pro Pelourinho, cantar com as pessoas. Não precisa nem pagar. Eu quero dar a minha contribuição”.

Praça

Para Valdir, uma imagem que vai ficar na memória é o encerramento de um show de Moraes Moreira, na Praça Castro Alves, no carnaval de 2020.

“Minha maior felicidade da vida é estar aqui nesta praça. Vendo vocês, meu povo, minha terra, o carnaval. Não sei se vou ter saúde pra tá no ano que vem, mas enquanto eu tiver saúde, eu vou estar aqui”, se despediu Moraes.

Apresentado por Andrezão Simões, Fernando Guerreiro e Jonga Cunha, o Roda Baiana vai ao ar, de segunda a sexta, às 13h. Nesta edição, ao tratar da perda de Moraes Moreira, o programa também conversou com Aroldo Macedo.

Abaixo a íntegra do Programa
Entrevista com Valdir Andrade começa no minuto 10:20 

 

 

Imagem: Elói Corrêa – GovBA

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s